Carnaval em Bom Jardim atrai muitos foliões

Uma multidão de foliões escolheu Bom Jardim para passar os cinco dias de carnaval. A estimativa da polícia civil é de que cerca de 35 mil pessoas participaram do festejo. Promovido pela prefeitura de Bom Jardim, em parceria com a Secretaria de Turismo Esporte Cultura e Lazer, a abertura da festa, como de praxe, aconteceu no palanque principal, instalado na Praça João Almeida, onde o prefeito esteve acompanhado pela primeira-dama, Marlene Marins, secretários e pelo vice-prefeito, Jorge Amaral.

Diferente dos outros anos, o chefe do executivo fez questão de entregar “a chave da cidade” a funcionários da Secretaria de Obras, homenageados com a atitude simbólica. Carlos Henrique Trindade da Silva, que presta serviço à prefeitura há mais de dez anos, disse ter sido pego de surpresa com a atitude do prefeito, e revelou ter ficado “emocionado com o gesto”.

- Para mim, entregar a chave a funcionários da Secretaria de Obras foi uma maneira que encontrei para mostrar ao povo de Bom Jardim o quanto tem gente batalhadora, que se dedica com muita garra às obras que estamos fazendo nesta cidade. Quero que todos os operários se sintam representados com a homenagem, revelou o prefeito.

Diante de tantos foliões, não foi difícil encontrar pessoas vindas de outras cidades. É o caso das irmãs Raquel e Jéssica Antunes, de Rio das Ostras, que vieram a Bom Jardim por intermédio de uma amiga. Além delas, Fernanda Farias, que reside em Nova Friburgo não poupou elogios ao carnaval bom-jardinense, do qual participou pela primeira vez.

- Adorei a festa, com gente bonita e divertida, revelou Fernanda, funcionária de uma confecção, que ainda assegurou sua participação no próximo evento do município, neste fim de semana.

Desfilaram pela cidade os seguintes blocos: Bafo de Bode, Tomateiros, Eiduquinho, Alegria de Viver, Cachaça, Jegue Elétrico, Jeguinho, Empurra que Pega.

Para resguardar os foliões , estiveram de plantão membros da polícia civil, guardas municipais e 35 seguranças.

Este ano, o carnaval sofreu uma perda. Antonio José Felipe, de 55 anos, conhecido como Nininho, foi vítima de um infarto enquanto assistia ao desfile do Bloco Bafo de Bode. Durante anos, foi presidente do Bloco do Veloso. A comunidade havia planejado uma homenagem para o folião.